Lucy Hale concedeu uma entrevista para o USA Today, onde contou mais sobre sua nova série “Katy Keene“, confira traduzido abaixo:

“Riverdale” é o primeiro destino de uma novela adolescente, com mistérios e bastante mortes, enquanto “O mundo sombrio de Sabrina” tem aquele estilo de bruxas chegando na idade adulta e adorando o diabo.

Em contraste a isso, Lucy Hale tem sorte de chamar sua nova série “Katy Keene” a “Sex and the City” do Archie Univerde. “É uma série sobre sonhadores que estão vivendo em New York, e eles só estão tentando viver suas vidas. Ninguém na nossa série está sendo assassinado.”

O spinoff que se passa cinco anos depois de Riverdale, Katy Keene conta a história da personagem principal, interpretada por Hale, que trabalha em uma loja de departamentos e tem sonhos de se tornar uma designer de moda. Ela está rodeada de amigos e colegas de quarto, Josie McCoy, uma nativa de Riverdale está tentando ter sucesso na carreira de cantora; Pepper Smith, uma moça com vários planos artísticos e Jorge Lopez, que participa de um popular show de drags e tem ambições de estar na Broadway.

Hale terminou de filmar a primeira temporada de Katy Keene recentemente, mas “ela já é uma parte de mim.” E mais, a nativa de Memphis aparece nas telonas nessa sexta com “Fantasy Island”, um filme de terror reimaginando a série clássica da ABC onde os convidados em um resort tropical recebem desejos que se transformam em pesadelos.

Hale conversou com o USA Today sobre Katy Keene e suas escolhas para uma conversa musical fantasiosa.

Pergunta: Katy é uma mulher tentando descobrir várias coisas. Você sentiu uma conexão entre ela e sua vida como artista?
Resposta: A primeira vez que li o script, me lembrou de uma versão mais jovem minha, me mudando pra LA e fazendo audições e estar sem grana e ter vários bons amigos e não saber o que você está fazendo mas manter o foco no prêmio. Então, tem muitos paralelos. E até hoje, é uma jornada, certo? Não o destino.

P: O trabalho dela envolve anéis de diamante e roupas chiques. O quanto você ama usar essas coisas no dia a dia?
R: É divertido, porque o que a Katy usa e ama é tão diferente de mim na vida real. Quando você entra no guarda roupa de alguém, tudo se conecta. Katy obviamente ama moda, e eu também, mas Katy entende isso em um nível bem mais profundo do que eu.

P: Você já se apaixonou por New York?
R: É uma das melhores cidades do mundo. Eu me tornei uma pessoa que caminha, e eu agora entendo as diferentes sessões. Antes de me mudar, achei que o Brooklyn era pequeno. O Brooklyn é gigante! E eu me tornei mais espontânea. Eu apenas, ando, e faço coisas que eu não fazia.

P: Já que você teve uma carreira como cantora, você irá cantar em Katy Keene nessa temporada?
R: Eu canto algumas vezes. Eu não sei se eles me deixam dizer quais músicas, mas tem vários números em grupo, e eu tenho um número solo que eu faço no fim da temporada, que é coincidentemente uma das minhas músicas favoritas de todos os tempos, e eles nem sabiam disso.

P: Você participou de Riverdale. Uma visita no “Mundo sombrio de Sabrina” seria a próxima?
R: Essa série parece sombria. Eu não sei como a Katy iria se encaixar nesse mundo, mas o Archie Universe ama um crossover, então eu não diria que não pode acontecer.

P: Falando de séries de terror e “Fantasy Island”, você tem desejos que espera que não virem pesadelos?
R: Tem milhões de coisas que pareceriam bobas, mas pra mim, eu adoraria sentar e conversar com pessoas que não estão mais aqui ou ter mais tempo com a minha vó ou algo assim. Eu só quero um dia com o Elvis Presley.

Fonte: USA Today