11
jan 19

Lucy concedeu uma entrevista ao Architectural Digest, onde conta detalhes sobre a decoração da sua casa, o cômodo favorito, seu cachorrinho Elvis, e mais. Confira traduzido abaixo:

Lucy Hale viaja o mundo e não se importa de levar seus 22 milhões de seguidores no Instagram junto com ela. Os fãs acompanharam enquanto ela ia para o Camboja e Paris na primavera, visitou o México no verão e apresentou o programa de ano novo em Nova Orleans. Mas, fora isso, a atriz de PLL revela que ela é caseira no fundo do seu coração e ama passar tempo com seu cachorro, Elvis (que agora tem quase 100 mil seguidores em seu próprio Instagram). Então fez sentido quando a atriz de 29 anos se juntou com a Honey Nut Cheerios para o programa Good Rewards em parceria com a ASPCA. “Você compra uma caixa de cereal, escaneia a buzzcoin, e escolhe o time,” Hale conta ao AD. “São três times, e se eu ganhar, 100 mil dólares vão direto pra minha instituição de caridade: a ASPCA.” Como parte da parceria, a atriz – que vai começar a filmar o esperado reboot de Fantasy Island – conversou sobre como seu cachorrinho manda na casa, seu amor pelo Pinterest, e os itens que ela roubou do set de PLL.

Architectural Digest: Porque você escolheu a ASPCA como sua instituição?
Lucy Hale: Eu amo animais. Eu tenho um cachorro, e me reconheço mais com os animais do que com humanos. Eles precisam de pessoas lutando por eles também. Eu amo que a ASPCA está criando uma voz pra eles.

AD: Seu cachorro está com você?
LH: Elvis não está aqui, infelizmente. Ele está em LA, em um hotel pra cães vivendo sua melhor vida.

AD: O que rola em um hotel para cães?
LH: É na verdade muito fofo. Eles tem uma sala aberta onde tem camas por todo lado, e também levam eles para passear. É ridículo. E tem câmeras para que você possa dar uma olhada. Ele é muito sociável. Eu fico impressionada. Ele é uma borboleta social, e ganha muita atenção.

AD: Você tem um quarto especial para o Elvis na sua casa?
LH:
Elvis meio que tomou o território inteiro como dele. Mas ele ama a mesa da cozinha.

AD: A mesa da cozinha?
LH:
Sim! Quando ele era um filhote, eu deixava ele na cozinha. E quando ele cresceu, queria ver o que estava acontecendo. Então, agora, sempre que eu vou pra casa, encontro ele dormindo na mesa da cozinha. É o lugar dele.

AD: Isso é muito engraçado! Como você descreveria seu estilo de design quando se trata da sua casa?
LH:
Tem um estilo rústico. Eu trabalhei com um designer de interiores, e fomos para o Pinterest para ter inspiração. Eu queria que tudo na minha casa fosse original. Eu não queria que parecesse como a casa de qualquer outra pessoa. Então cada parte da casa ou é diferente ou foi feita sob medida. E sinto como se fosse uma loja de antiguidades.

AD: Então, você coleciona antiguidades?
LH:
Eu amo antiguidades, eu aprecio as coisas velhas. É como se as coisas tivessem uma história. Minha casa é um mix eclético, mas é aconchegante. Eu queria sentir que a casa já tinha sido vivida. Eu aprecio todos os tipos de arquitetura, mas queria que a minha fosse como se você pudesse levantar os pés e relaxar.

AD: Você tem alguma peça em particular que você ama mais?
LH:
Minha mesa da cozinha! É super longa, de madeira, e muito, muito velha. Acho que foi criada nos anos 1800. E e eu tenho uma placa de madeira em minha sala que é gigante, tipo do chão ao teto e diz “Olympia.” É da França ou algo assim. Essas são minhas coisas favoritas.

AD: Você pegou algo do set que tem na sua casa?
LH:
Eu tenho, e está em um quadro. É um grande poster na minha sala de vídeo que estava no quarto do Ezra – que era meu interesse amoroso em PLL. Eu peguei porque tinha uma menina no poster que parece comigo em forma de cartoon.

AD: Você tem um quarto favorito na sua casa?
LH:
Eu amo meu banheiro. Tem um chuveiro enorme, uma sauna, uma banheira, uma cadeira, e um antigo lustre. Eu passo muito tempo lá. Me sinto muito confortável.

AD: E você está se preparando para filmar Fantasy Island. Você vai para uma ilha de verdade?
LH:
Sim! Eu fiz várias gravações em locações. Muito do meu trabalho foi feito em LA. Estou animada de sair e fazer isso. Mas vou estar lá por um tempo, então eu posso me apegar a ilha.

AD: Você leva algo de casa quando você viaja?
LH:
Infelizmente, eu não posso levar o Elvis porque é uma ilha e você tem que por os cães na quarentena. Mas eu vou levar minhas velas, cristais e livros. Eu também ando pintando. Então, vou levar meus materiais de pintura. Eu sou uma pessoa caseira, então ficar longe de casa é bem difícil. Eu tento levar tudo que me deixa confortável.

AD: Você tem alguma das suas pinturas penduradas em casa?
LH:
Ainda não porque eu sou bem ruim nisso. Mas, espero que até o fim das gravações, terei algo que valha a pena pendurar.

Fonte: Architectural Digest

Salvo em: Uncategorized
10
jan 19

Em entrevista recente ao site Newsweek, Lucy contou que ficou chateada com o cancelamento de “Life Sentence”, mas que não se arrepende. Confira traduzido abaixo:

Há muito mais de Lucy Hale do que sua antiga personagem como Aria em PLL. De fato, há muitas camadas da atriz que valem a pena serem exploradas enquanto ela continua a progredir em sua carreira.
Hale, 29 anos, tem 22,7 milhões de seguidores no Instagram por uma razão. Ela é um talento, que ganhou reconhecimento na competição de canto (agora cancelada) American Juniors. Ela estrelou em séries como a recentemente cancelada Life Sentence e em filmes como o thriller Verdade ou Desafio. Ela está na moda, sendo constantemente fotografada pelos paparazzi pelo seu estilo. Sua natureza genuína transparece dentro e fora das telas.

Enquanto Hale conseguiu começar a carreira em Hollywood quando era adolescente, ela não vai parar agora. O Newsweek conversou com Hale sobre seus interesses e o que ela tem guardado na manga.

1- Hale tem uma parceria com o Good Rewards, um programa criado pelo Honey Nut Cheerios, que vai dar 100 mil dólares para uma caridade da ASPCA com a ajuda dos fãs. Ela está concorrendo contra Michael B. Jordan e Rob Gronkowski, a conseguir fãs para ajudar e fazer com que suas instituições de caridade ganhem o grande prêmio.
“Todos crescemos com o Honey Nut Cheerios e eu amo o cereal, mas eu sempre amei que eles apoiam e sempre buscam retornar esse apoio. Eles fizeram esse programa que faz com que possamos ajudar de uma forma divertida e fácil. Então eu pude escolher uma instituição. Escolhi a ASPCA. Basicamente, tudo que você precisa fazer é comprar uma caixa de ceral, ir ao site beegoodrewards.com, escanear a buzzcoin e escolher um time. Se até abril eu tiver mais buzzcoins, a ASPCA vai ganhar 100 mil dólares. E os outros times também receberão uma quantia. Todo mundo ganha.”

2- O cachorro Instafamoso de Hale, Elvis, foi parte do motivo pelo qual ela escolheu a ASPCA como sua instituição.
“Eu realmente amo os animais. Obsessão seria a palavra certa. Eu amo o Elvis. Então, sim, isso meio que me fez escolher essa instituição.”

3- Hale admitiu ficar chateada com o cancelamento de sua série “Life Sentence”, que foi cancelada em maio de 2018 depois de 13 episódios de uma temporada.
“Havíamos filmado a temporada inteira antes de ir ao ar. Isso foi bom porque às vezes quando você está filmando algo e vai ao ar, você sabe se vai ser cancelada ou não. Tivemos a alegria de filmar uma temporada inteira sem nos preocuparmos. Quando começou a passar, ficamos meio ‘Oh, não está pegando como pensamos,’ o que foi decepcionante. Eu tenho muito orgulho dela. Contamos uma história importante e eu acho que acertou as pessoas certas. Não funcionou, mas foi uma boa experiência. Não me arrependo. Mas muito divertido. Eu fiquei chateada porque era uma personagem muito divertida de fazer.”

4- Hale explicou o que ela mais gostou de interpretar a Stella em Life Sentence.
“Ela era tão peculiar, estranha e falava demais – muito otimista, doce e uma pessoa que todos gostaríamos de ser. Ela sempre se metia em situações estranhar e colocando os pés pelas mãos. Foi muito divertido.”

5- Hale conta o que teria acontecido com a Stella se Life Sentence ganhasse uma segunda temporada.
“Na finale, ela está olhando pela janela e ela ve esses panfletos de viagem. Obviamente, descobrimos que ela não fica com o Wes. A primeira temporada foi ela tentando consertar seu casamento e ganhando a segunda chance na vida, e a segunda temporada seria sobre ela ser ela mesma e tendo essas aventuras sozinha – sem precisar de um homem e vivendo sua melhor vida.”

6- Hale não lança música desde que lançou seu álbum Road Between em 2014. Ela ama música, mas não fique esperando que ela lance algo logo.
“Eu amo música. Acho que eventualmente eu gostaria de fazer outro álbum ou teatro ou um musical. É uma parte importante da minha vida. Eu sou uma pessoa musical. Eu amo e aprecio música, mas… não sei onde se encaixa no momento. Então, tudo a seu tempo.”

7- Hale diz que se não fosse atriz, ela queria uma carreira na moda.
“Eu sempre digo que se não fosse atriz, eu adoraria ser uma estilista ou uma compradora. Eu sempre amei me vestir quando era pequena. Sempre gostei de moda. É divertido para mim. É uma forma de expressão. Eu não contaria com isso no futuro, mas me aventuraria mais nesse munto.”

8- Hale teve que ter aulas básicas de violino para filmar sua nova comédia romântica “A Nice Girl Like You”.
“O filme foi muito divertido. Eu nunca tinha feito uma comédia romântica antes. Então é mais uma comédia física, o que era novo pra mim. Foi muito divertido. Ela é uma violinista no filme, e quer dizer, é um dos instrumentos mais difíceis de tocar. Então, obviamente, eu tive uma dublê super talentosa para isso, mas tive que aprender o básico. É um instrumento lindo. É tudo sobre sua postura, você tem que relaxar, você tem que segurar o instrumento. Foram tantas coisas que tive que pensar. Foi legal. Eu gosto de aprender coisas novas para um projeto.”

9- Hale começa logo a filmar Fantasy Island, um filme de terror baseado na série popular dos anos 70.
“Eu começo a filmar em algumas semanas. Estamos preparando tudo e provavelmente será lançado em 2020. Estou muito ansiosa pra isso.”

Fonte: Newsweek

Salvo em: Uncategorized
10
jan 19

Durante sua passagem por NYC essa semana, Lucy concedeu entrevista para alguns meios de comunicação para divulgar sua parceria com a Honey Nut Cheerios para a campanha de buzzcoins.

Ela contou detalhes sobre seu cãozinho Elvis e porque a parceria com a ASPCA. Confira traduzido abaixo:

Cachorros são realmente os melhores amigos de uma mulher, especialmente quando se fala sobre a atriz e amante dos animais, Lucy Hale. Ela contou recentemente ao The Cheat Sheet sobre sua paixão pelo seu cachorro e contou alguns detalhes que alguns fãs talvez não saibam.
Ela também contou algumas coisas sobre seu novo projeto, um reboot da icônica série “Fantasy Island”, que irá para as telonas. Hale revela que essa versão de Fantasy Island vai mais afundo e é mais obscura do que a que Mr. Roarke e Tattoo fizeram nos anos 80. Os espectadores ficarão sem dúvidas na ponta da cadeira.

Enquanto ela se prepara para filmar, a coisa que não sai da mente de Hale é seu maltês, Elvis. Elvis definitivamente roubou o coração de Hale e virou dono da sua casa. “Posso estar sendo tendenciosa, mas ele é o melhor cachorro do mundo,” Hale conta ao The Cheat Sheet. “Ela tem a personalidade de um humano e é a coisa mais fofa.”

Como o Elvis recebeu esse nome?
A agente de Hale deu pra ela o cachorro há três anos atrás, o que foi meio que uma surpresa. “Eu meio que senti que ia ganhar um cachorro, mas era uma surpresa,” ela lembra. “Quando fui dar um nome ele, eu queria dar o nome de Memphis, porque eu sou de lá. Mas eu tinha uma amiga que estava grávida e esse era um dos nomes que ela estava considerando, então eu não queria roubar.”

Então Hale ponderou outros aspectos de Memphis que ela amava e o nome Elvis fez sentido. “Sendo de Memphis, amamos Elvis Presley,” ela diz. “E ele parecia com Elvis também. E ficou.” Hale também revelou que, como a maioria das donas de cachorro, Elvis tem alguns apelidos.“Elvie, e também Elvira,” ela diz. “Minha mãe às vezes chama ele de ‘Grande E’ porque ele não é grande na verdade.”

Hale é uma grande amante dos animais e abraça as peculiaridades do seu filhote. “Ele gosta de dormir na mesa da cozinha,” ela ri. “Ele enterra seus ossos por horas nos meus lençóis. E isso me faz rir.”

Ela também conta o quão bem comportado ele é. “Ele quase não late e é ótimo em aviões,” ela adiciona. “Ele sabe como se sentar mas ainda temos que treiná-lo um pouco mais. Vamos chegar lá.” Hale é acostumada com animais já que contou que sua casa era cheia de pets enquanto crescia. “Tinhamos ermitões, tartarugas e um peixe. O que levou a cachorros e gatos,” ela diz. Hale adiciona que ela queria ser veterinária quando era criança

E é por isso que sua parceria com o Honey Nut Cheerios e a ASPCA é perfeita

De agora até abril, qualquer pessoa que comprar uma caixa de Honey Nut Cheerios pode ajudar Hale a doar dinheiro para a ASPCA. Visitando o beegoodrewards.com, escolha um time e escaneie a Buzzcoin com o celular na caixa de cereal e doe a buzzcoin para o time escolhido.
O time que mais coletar buzzcoin ganhará 100 mil dólares para sua causa. Hale e a ASPCA estão competindo com Michael B. Jordan para o Feeding America e o Rob Gronkowski para o The Gronk Nation Youth Foundation.

Ela também está ocupada correndo por sua vida

Hale revelou que quando ela fica muito tempo filmando, Elvis tipicamente fica com ela. O que pode ser confortante já que Fantasy Island terá bastante intriga.

Ela divulgou que o filme vai ser diferente da paródia da série original e será atualizada para levar os fãs em uma grande jornada. “Vamos usar a base da série original”, ela diz. “Mas vamos por um lado mais obscuro. E também vamos filmar em uma ilha, o que vai ser bem interessante.”

“Também vai ser mais assustador do que as pessoas acham,” ela dá a dica. E enquanto o grande escândalo na série original eram segredos profundos e sombrios, Hale diz que essa versão tem um lado mais nefasto. “É meio que as fantasias dando errado, e elas se tornam mortais e tem uma luta para sobreviver e sair da ilha.”

Fonte: The Cheat Sheet

Salvo em: Uncategorized
31
dez 18

Lucy concedeu uma entrevista exclusiva para a Parade Magazine, onde conta sobre participar do evento de ano novo do Dick Clark pelo terceiro ano consecutivo, PLL e seus novos projetos. Confira traduzido abaixo:

Se é dia 31 de dezembro, é a hora do especial Dick Clark New Year’s Rockin’ Eve with Ryan Seacrest ao vivo da Times Square. Seacrest vai apresentar assim como apresenta pelos últimos 13 anos e terá a ajuda da atriz e comediante Jenni McCarthy Wahlberg em NYC, enquanto a cantora multiplatinada Ciara vai estar na costa oeste, e a estrela de PLL, Lucy Hale vai voltar pelo terceiro ano consecutivo como apresentadora em Nova Orleans.

“Eu cresci assistindo a série, então é nostálgico para mim,” Hale diz nessa entrevista exclusiva. “E o ano novo é um dos meus feriados favoritos.”

“Eu amo Dua Lipa, temos o mesmo corte de cabelo, então eu a amo,” Hale diz. “E Kelsea Ballerini é na verdade uma amiga minha, então estou animada para ver ela. Ela tem essa música com os Chainsmokers, então vai ser maravilhoso. Eu queria estar em todos os lugares para ver as apresentações.”

O que te fez querer apresentar o evento de Nova Orleans de novo?
O primeiro ano que eu fui, fiquei tão nervosa, mas todos os envolvidos no show me deixaram super confortável, e eu amo Nova Orleans. Eu amo ir para lá qualquer dia, mas tem algo muito especial sobre estar lá no ano novo. Tem uma boa energia, boas pessoas, todos estão lá para se divertir. Eu amo a sensação de não saber o que vai acontecer. Porque eu sou uma atriz, eu estou acostumada a ensaiar, e fazer vários takes até acertar. Mas, obviamente, com um programa ao vivo é diferente, então você pode se preparar, mas as coisas sempre mudam no último minuto, e é um sentimento excitante, então estou animada para ver o que acontece esse ano.

Você disse que o ano novo é um dos seus feriados favoritos. Como você passava ele antes de pegar esse trabalho?
Eu estou sempre com minha família. Eu me mudei pra LA quando tinha 15 anos, mas sempre tive o hábito de ir para casa toda hora, incluindo durante os feriados. Não temos tradições, mas sempre passo com minhas pessoas favoritas, que é minha família. E até hoje, quando eu venho para esse show em Nova Orleans, eles vem comigo, porque não é tão longe de onde vim [Memphis, Tennessee]. Para mim, ficar acordada depois da meia noite na minha idade, é muito difícil, porque estou sempre na cama às 9, então, se eu posso ficar acordada depois da meia noite, é legal.

Você faz resoluções de ano novo?
Eu sou o tipo de pessoa que faz resoluções o ano todo. Eu sou uma grande sonhadora. Muitas vezes, eu começo coisas e não termino, então faço isso o ano todo. Para mim, o ano novo é mais sobre refletir sobre o ano, ser grata por tudo que consegui realizar, e as pessoas que tenho na minha vida. Esse ano foi difícil para muitas pessoas, mas ao mesmo tempo, acho que todos tivemos algo para ser gratos. Então, para mim, é sobre pegar essa energia positiva, e tentar espalhar.

Você passou uma boa parte da sua vida em PLL, o que você tirou disso?
Passei maior parte dos meus 20 anos na série, então isso me ajudou a aprimorar meu ofício. Nos tornamos máquinas de uma certa maneira, sabemos muito mais sobre como funciona a TV, então sou muito grata por tudo que aprendi na série. Mas também pude criar uma família enquanto estava longe da minha família. Nós, as meninas da série, passamos por muita coisa juntas – momentos bons e ruins – e eu me sinto grata por ter esse forte senso de comunidade crescendo em uma cidade onde normalmente você não tem isso.

Você tem um filme para sair, “A Nice Girl Like You”, uma comédia romântica.
Eu acabei de filmar há algumas semanas atrás. Eu não havia feito muitas comédias, então isso é novo para mim, mas foi um momento bom, uma história fofa que segue essa garota que está meio perdida, e passa por essas situações engraçadas para descobrir a pessoa que ela quer ser. É uma história de atingir certa idade, acho que podemos chamar assim. Então, eu fiz isso, e então vou começar a filmar um filme da Sony e Blumhouse em janeiro chamado Fantasy Island, que é um remake da série dos anos 80, Fantasy Island, só que vai ir para um lado mais sombrio. É um thriller, e vamos filmar em um país diferente, o que eu nunca fiz antes, então estou animada pra isso.

Quando você diz um lado mais sombrio, ainda tem o Mr. Roarke, e Tattoo?
Ainda terão algumas mudanças no elenco. A série dos anos 80 foi, obviamente, muito divertida e iluminada, e esse filme vai ser um pouco mais nervosa e dramática, e terão algumas reviravoltas sombrias.

Eu li algo que dizia que você ia se afastas da música um pouco, porque depois do seu último álbum, entrar em turnê foi um pouco difícil pra você, então eu estava pensando se não seria perfeito para você fazer um papel em um musical na TV, tipo Rent? É algo que você teria vontade de fazer?
Na verdade eu fiz audição para o musical Rent Live que estão fazendo agora. Eu fiz audição para alguns deles, e eu cheguei perto, e então as coisas não deram certo. Então, sim, eu amaria fazer isso. Acho que em algum momento, eu vou trabalhar nisso, mas eu amo música, e eu acho que se eu conseguir achar uma maneira de utilizar na atuação, acho que isso funciona mais pra mim no momento que estou da minha vida. Então, sim, vamos ver, mas estou animada para ver Rent Live. Acho que eles acharam um ótimo elenco, e eu estou animada para ver o que vão fazer com ele.

Fonte: Parade Magazine

Salvo em: Uncategorized
19
mar 18

Lucy concedeu uma entrevista ao site Shape onde falou sobre exercícios e dicas de beleza. Confira traduzido:
Nós falamos com a atriz sobre sua rotina de exercícios, dicas de beleza e muito mais.

Lucy Hale não esteve menos ocupada desde o final de Pretty Little Liars. Ela já estrelou a nova série da CW, Life Sentence e seu próximo filme de terror Truth or Dare.

“Meu plano era tirar umas pequenas férias mas eu assinei Life Sentence antes mesmo de terminar de filmar PLL, então eu não tive tempo de processar o fim de PLL” ela diz. “Eu acho que agora terei um tempinho pra descansar e ser normal por um tempo, o que vai ser ótimo”. Nós encontramos com a Lucy para discutir como ela está passando o seu raro tempo.

Itens essenciais para a bolsa de ginástica: “Tenho o meu pequeno kit para o meu carro que eu mantenho apenas para a academia. Obviamente, o objetivo é tomar banho depois de malhar, mas às vezes eu não tenho tempo, então é onde o desodorante é útil. Eu gosto da versão de spray do Degree’s Ultraclear Black & White (Lucy fez parceria com a marca de desodorantes). É ótimo porque foi feito para não manchar suas roupas para que você possa usar algo mais de uma vez. Eu também tenho lenços de maquiagem e perfume “. 

Seu calendário fitness: “Eu estou nessa coisa chamado Training Mate, que é uma aula em Los Angeles. É um circuito de treinamento, basicamente tudo o que você faz com um treinador pessoal, exceto que você tem que fazer em uma aula com outras 50 pessoas. Mas o que é tão legal sobre isso, é que é uma empresa Australiana, então todos os professores de lá são esses australianos muito gatos. Então, é claro que vou aparecer! Mas entrei no SoulCycle por um tempo. Hot Pilates é ótimo a qualquer hora. E eu tenho um treinador pessoal com quem eu trabalho. Preciso manter tudo novo e fresco, se for sempre o mesmo, acabarei não indo. Preciso constantemente tentar coisas novas e ir me desafiando”.

Sua obsessão de cuidados com a pele: “Eu amo maquiagem, mas eu sou obcecada com o cuidado da pele. Eu sempre digo que eu adoraria ser esteticista se eu não fosse atriz. Eu amo tudo sobre isso. Agora, o produto para a pele que eu não posso viver sem, é a água micelar. É fácil de levar na bolsa e é útil nas noites em que você está cansada demais para fazer sua rotina de cuidados.”

O truque de cabelo que ela quer dominar: “As garotas que cuidam do meu cabelo estão sempre tentando me ensinar a deixar o cabelo mais ondulado e com volume. Obviamente, quando pensamos em ondas , pensamos modelador de cachos, mas elas estão tentando me ensinar a fazer com a chapinha. Tem algo a ver com o ângulo. Ainda não consegui aprender.

 

Fonte: Shape

Salvo em: Uncategorized
15
mar 18

Lucy concedeu uma entrevista ao site Coveteur onde contou que já pensou em desistir de atuar. Confira traduzido abaixo:

Depois que Lucy Hale emergiu de uma mudança de roupa na NYC’s Patent Pending, não posso deixar de notar o logotipo em sua camisa. Re/Done (Re/Feito), em letras brancas negritas e, embora esteja bem ciente da marca popular de roupas, a associação de palavras me diz que é bastante apropriado. Re/Done me faz pensar em fazer mais, o que me faz pensar em segundas chances. Quando você simplifica isso, você percebe o tema da nova série de Lucy, Life Sentence. Quando você vai um pouco mais fundo, é a fase atual da carreira da atriz. Ela está começando, e não mais como à Aria de Pretty Little Liars. Agora ela interpreta Stella: uma mulher doente que, depois de anos de luta, recebe alta dos médicos já que está curada e então tem que descobrir o resto de sua vida.

“Para assinar em um novo programa de TV, você deve dizer: “Posso me ver fazendo isso por X anos?”, Ela diz sobre seu papel na série, que vai ao ar às quartas-feiras às 21:00 da noite no CW. “E eu poderia. Eu realmente gosto de interpretar Stella, e eu amo as pessoas [na série]. É um trabalho dos sonhos.”

Claro, Lucy tem atuado desde sempre e até mesmo perseguiu cantar em certos pontos. Então, com o tema das segundas chances na minha mente, eu não posso deixar de perguntar: Lucy já pensou em fazer outra coisa? O que a fez assinar em outro grande programa de TV? E ela apenas só viveu o momento como sua personagem? De uma cabine mal iluminada, a atriz respondeu tudo e mais.

Estando na indústria por tanto tempo, você já pensou em fazer algo diferente?

“Já houve momentos. Quando criança, entretenimento sempre foi meu hobby, então, desde que consigo me lembrar, essa é a única coisa que eu já pensei em fazer. As pessoas me perguntam o tempo todo: “Se você não fosse um artista ou uma atriz, o que você faria?” Eu podia me ver sendo uma estilista, ou ser uma esteticista. Eu amo cuidar da pele. Eu gostaria muito de ser uma esteticista. Mas houve momentos na minha carreira de atriz onde eu pensei: “Eu gostaria de parar isso e fazer outra coisa?” Eu acho que é normal questionar o que você faz. E depois eu vou ter um sinal do universo que é como, ‘Não, você está no caminho em que você deveria estar.’ Eu tenho momentos em que eu estou trabalhando onde estou tão sobrecarregada com a alegria do que eu faço, que eu não poderia imaginar nada que me deixasse tão feliz quanto isso. Mas, assim como todas as outras pessoas, tive momentos em que eu pensei: “Estou tomando as decisões certas?”

E agora você está em Life Sentence. O que fez você decidir fazer outro grande programa de TV?

“Eu sabia que precisava ser exigente sobre o meu próximo passo depois de Pretty Little Liars. Não tinha idéia de que seria outro programa de TV. Eu pensei que ia fazer uma pausa, viajar pelo mundo por um ano, ou fazer algo na Broadway. Então eu recebi esse roteiro, e eu sabia no meu intestino que eu tinha que ser a garota que interpretaria essa personagem. Eu tive que trazer esse mundo à vida. Estou feliz por ter feito isso, porque criativamente, eu realmente precisava disso. Era um daqueles lembretes que eu estava no caminho certo. É apenas uma série especial e uma história especial sobre uma garota que pensou que ia morrer e conseguiu essa segunda chance na vida. Ela tem que descobrir quem diabos ela é e tem que redescobrir seus relacionamentos e descobre que sua família é absolutamente insana e disfuncional e o mundo é uma merda às vezes. Todos podemos nos relacionar com não saber quem nós somos, e eu realmente gravitei em relação a sua história “.

Você é o tipo de pessoa que vive o momento?

“Eu não sou. Eu sempre estou 10 passos à frente, sempre sou como “Oh, o que eu tenho que fazer amanhã?” Tanto, que eu sinto falta de momentos realmente bonitos. Mas minha personagem, Stella, é o oposto. Ela é tão espontânea, e apenas aprecia tudo a sua volta. Eu aspiro ser mais assim, porque há muitas vezes em que eu sou, ‘Wow, eu realmente não gostei disso porque eu estava preocupado com X, Y e Z.’ Então, é algo que eu trabalhando”.

Você disse adeus à Pretty Little Liars há mais de um ano, mas você ainda sente como se estivesse conctada com essa série?

“Eu sinto que essa série sempre me acompanhará, porque foi um fenômeno, sabe? Foi um grande negócio para muitas pessoas, e o sucesso que teve ainda sopra minha mente. Mesmo que alguns dias seja como uma lembrança distante, eu serei lembrada na rua, ‘Oh meu Deus! Eu assisti a todos os episódio de Pretty Little Liars! “Então eu acho que sempre será minha pequena sombra, que eu acolho e abraço”.

Você mencionou isso antes, mas você faria Broadway?

“Eu adoraria fazer a Broadway. Essa foi a primeira coisa que veio na minha cabeça. Eu amo música, eu amo cantar. Eu acho que a Broadway é o teste final de um artista, por causa de toda a preparação e ensaios e fazer isso ao vivo todas as noites, oito shows por semana. A luta pra mim seria… Eu sou tão perfeccionista. Quero que as coisas estejam certas o tempo todo, e ser capaz de deixar as coisas escorregarem seria difícil para mim. Talvez um dia faria a Broadway, mas sempre estou tentando fazer coisas novas e coisas que me assustam. Eu não acho que você tenha que viver nesta pequena caixa, eu acho que você pode fazer o que quiser “.

Você está fazendo alguma coisa no mundo da música?

“Acabei de terminar este filme de animação onde interpreto uma cantora. Eu adoraria apenas fazer álbuns e escrever e estar no estúdio o dia todo – adoro essa parte. Mas foi muito difícil para mim abraçar a parte de turnê [depois do meu último álbum]. Performar ao vivo me fez deixou muito ansiosa o tempo todo, eu estava tipo: “Por que estou me colocando para fazer isso, se isso me faz virar uma bagunça?” Eu tive que dar um passo atrás e reavaliar como eu queria fazer música e onde ela se encaixaria. No final do dia, ainda é meu hobby, eu amo mais a música do que qualquer coisa. Eu adoraria fazer outro álbum e, obviamente cantar através de trabalhos na atuação. E, você sabe, meus grandes sonhos da Broadway que eu falei sobre [risos]. Então, veremos “.

 

Fonte: Coveteur

Salvo em: Uncategorized
Lucy Hale Brasil • Layout por Lannie D