29
jun 17

Mais cedo nesse mês, foi divulgado que a Lucy seria capa da Remix Magazine e finalmente conseguimos a entrevista pra vocês. Confira abaixo:

Enquanto o mundo espera pela finale de Pretty Little Liars ir ao ar em junho, a protagonista Lucy Hale já está trabalhando em seu próximo capítulo. A atriz americana de 27 anos do Tennessee, que se tornou famosa interpretando Aria Montgomeri na série, conversa com a Remix sobre o fim agridoce da série, também sobre seus pensamentos sobre amor, moda e Nova Zelândia.

Obrigada por fotografar conosco hoje!
Oh, é claro! Eu estava falando com a minha mãe e ela perguntou como foi e eu estava contando a ela que foram algumas das roupas mais legais que eu já usei em um shoot. Foi ótimo. Obrigada!

Você já esteve na Nova Zelândia?
Eu estive na Austrália, que é o mais perto que eu cheguei da Nova Zelândia. Eu sempre quis visitar a Nova Zelândia porque eu sei que é lindo. Eu tenho um amigo que é ator da Nova Zelândia, que me contou que vocês tem muitos gambás. Eu sei que vocês tem muitas ovelhas também, certo?

Sim, muitas ovelhas. Hey, me conte sobre seu tempo em Pretty Little Liars e seus sentimentos sobre a série chegando ao fim.
É tão estranho que esse capítulo da minha vida terminou. Ainda está passando, mas terminamos de filmar e todos nós seguimos em frente com novas coisas. É definitivamente agridoce porque foi incrível fazer parte de um fenômeno cultural desde o começo. Acho que até o dia que eu morrer isso vai ser a coisa mais especial que eu fiz porque abriu tantas portas para mim e tantas oportunidades. É definitivamente triste para mim. Nós crescemos muito. Eu passei meus 20 anos nela. Estou ansiosa para crescer criativamente e tentar novas coisas e fazer novos projetos. Mas acho que Aria vai ser para sempre uma grande parte da minha vida.

Depois de muitos anos interpretando Aria, você acha que agora que a série acabou você vai procurar algo totalmente diferente nos personagens que você interpreta.
Sim. Eu vou começar a filmar uma nova série em agosto. Eu queria estrategicamente escolher algo muito diferente, não só para que as pessoas pudessem me ver diferente, mas também porque é mais diertido para mim tentar coisas novas. Eu interpreto uma personagem chamada Stella em uma série que se chama Life Sentence, e ela não poderia ser mais oposta da Aria. É divertido pisar fora da caixa que eu venho vivendo pelos últimos oito anos e fazer algo novo.

Quando você olha para atrizes fortes, de quem você tira sua inspiração?
Oh cara, tem tantas pessoas! Eu sou uma grande fã de Cate Blanchett, Kate Winslet, Meryl Streep, mas acho que minha favorita de todos os tempos é Reese Whiterspoon. Acho que ela é tão versátil e ela literalmente pode fazer tudo. Ela ganhou um Oscar e aí faz Legalmente Loira e Big Little Liars. Ela também produz. Se tem um caminho que eu adoraria seguir, seria o dela.

Quais são algumas das coisas que você está trabalhando no momento?
Bom, tem uma série de TV chamada Life Sentence na qual eu vou estar nos Estados Unidos e ao redor do mundo. Eu tenho isso, e um filme chamado Truth or Dare, que vamos filmar em junho. Então eu vou fazer um filme chamado The Unicorn, que é uma comédia indie divertida. Oh, e eu também vou fazer uma animação chamada Trouble.

Como você gosta de relaxar e espairecer?
É estranho porque eu funciono melhor como pesso quando eu estou muito ocupada. Sou mais feliz quando sou mais produtiva, mas quando eu tenho um tempo livre, toda minha família vive no Tennessee, então eu tento voar para vê-los o máximo que posso. Além disso, eu sou uma pessoa bem básica. Eu vou para casa, assisto Netflix, vou dormir e brinco com meu cachorro.

Já que essa é nossa edição do amor da Remix, qual a coisa mais atraente que você procura numa pessoa? Qual a qualidade que você procura que as pessoas próximas a você tem?
Tem algumas coisas. Eu acho que estou nesse ponto da minha vida que eu só quero estar rodeada de pessoas que me fazem sentir bem. Tem muita negatividade no mundo e você tem que fazer uma escolha de como você vê as coisas e como você vê o mundo. Eu sempre gravito para pessoas que tem uma visão positiva da vida. Pessoas que não julgam, que tem uma mente aberta, pessoas com opinião forte, mas ainda estão dispostas a ouvir os outros. Acho que isso meio que atrai o que você é, e eu sinto que eu estou em um bom lugar na minha vida no momento.

Qual seu encontro ideal ou talvez o melhor encontro que você já teve?
Eu já pulei de relacionamento em relacionamento e eu estou agora em um momento da minha vida onde estou me permitindo namorar pessoas sem me apegar. Eu sou uma perdedora. Um bom encontro foi recentemente em New York quando alguém me convidou para andar pelo Central Park com ele uma manhã. E eu achei que foi a coisa mais fofa porque era puramente para me conhecer e nenhum outro motivo.

Você já teve um encontro que foi um total desastre?
Eu definitivamente sai com pessoas onde eu estava na função social e eles foram rudes com o garçom ou com alguém, o que me irrita muito. Eu tive casos onde alguém bebeu demais e eu vi seu verdadeiro lado. Nada muito catastrófico aconteceu.

Como você mantém a forma? Você é rigorosa com sua dieta? Você cozinha bem?
Eu amo malhar e obviamente eu faço isso porque eu gosto de estar em ótima forma mas também porque para mim malhar é mentalmente importante. Faz algo comigo e com meu humor. Então essa é a principal razão pela qual eu malho. Mas eu não restrinjo nada da minha dieta. Teve uma época em minha vida que eu pensava em tudo que eu comia e eu me sinto sortuda que eu não estou mais obcecada com isso. Tem problemas maiores no mundo.

Qual seu maior prazer culposo?
Meu prazer culposo é normalmente batatas fritas, mas se eu vou sair, tem essa steak house em Los Angeles onde você pode ter qualquer carne que quiser. Eles tem lagosta, macarrão com queijo e o melhor pão, o que é a comida que me conforta.

Quais são as marcas ou designers ou empresas de moda que você ama?
Eu estou apaixonada por Rachel Comey no momento. Ela tem ótimas peças para o dia-a-dia. Eu gosto de Isabel Marant, Phillip Lim. Eu amo os jeans da Levi. Eu descobri que eles fazem camisetas também. Eu sou muito casual no meu dia-a-dia.

Você posta muitas imagens lindas de maquiagem no seu Instagram. Você faz muito disso sozinha ou você tem maquiadora que faz?
Eu não faço sozinha! Normalmente quando eu tiro essas fotos elas são para um shoot ou um evento ou algo assim. Eu gosto de maquiagem e eu coleciono. Eu sei fazer um look básico, mas todos os looks que você vê no Instagram são tipicamente feitos por um profissional. Eu gosto de experimentar coisas novas, então eu deixo cada maquiador que está comigo fazer o que eles quiserem.

Quais são os itens de beleza que você não vive sem ou coisas na sua bolsa que você não sai de casa sem?
Eu coloco máscaras faciais na minha bolsa de viagem, e eu sou a garota que coloca elas no avião. Eu sempre tenho um carregador ou dois na mão. Eu tenho minha pequena mala de maquiagem. Petiscos – eu sou uma fã de petiscos, então eu tenho esses pacotes de amendoim que eu levo comigo e barras de cereal e coisas assim. Enquanto eu tiver máscara facial e petiscos, estou bem.

Confira os scans da revista em nossa galeria clicando nas miniaturas abaixo:

remixmagscan-001~0.jpg remixmagscan-003~0.jpg remixmagscan-009.jpg remixmagscan-008.jpg

16
mar 17

Lucy estará na sessão “The Style” da revista americana InStyle, edição de abril de 2017. Na matéria ela fala um pouco do seu estilo e o final de Pretty Little Liars que se aproxima. Confira traduzido abaixo:

Lucy Hale está se balançando em botas de plataforma absurdamente grandes da Marc Jacobs no terraço do Venice Beach House – e amando cada minuto disso. “Eu sinto que estou 18 centímetros mais alta”, a atriz de 1,57cm diz durante a sessão de fotos. É uma metáfora para Hale, cuja mente está nas ilimitadas possibilidades de futuro já que sua série de drama, Pretty Little Liars, se aproxima do fim (a série retorna para os 10 episódios finais). Depois de sete temporadas na série, a atriz de 27 anos está pronta para testar novos projetos e looks. “Meu estilo está constantemente evoluindo”, diz Hale, cujo uniforme diário consiste em jeans da Anine Bing, tênis branco Adidas e uma jaqueta de couro T. No meio das calças e o estilo de 1970 no set, Hale rapidamente gravita em uma blusa Off-White acima do seu tamanho. “O meu objetivo é sempre me parecer com uma gêmea Olsen”, ela diz rindo. “Eu costumava usar roupas seguras, e isso não sou mais eu. Eu quero fazer algo diferente e desafiador.” O que é algo que seus 17 milhões de seguidores no Instagram apreciam. Hale usa seu feed para mostrar seus looks no tapete vermelho e ousadas mudanças de cabelo junto com suas reflexões da vida e fotos de seu cachorro, Elvis. Mesmo Hale dizendo que seu próprio estilo é mais quieto do que de sua personagem Aria, confiança é um traço que ambas compartilham: “Eu sempre respeitei que ela sempre soube quem ela era.” Os espectadores fiéis de PLL podem ter certeza que a series finale será gratificante – um casamento, uma gravidez e é claro, uma resposta muito esperada “Quem é A?” – mas com filmes e séries para filmar, Hale está ansiosa para o que virá a seguir. “Eu posso me surpreender com o que eu posso fazer.”

Confira a sessão de fotos e os scans da revista abaixo:

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS – PHOTOSHOOTS > 2017 > INSTYLE

instylelucy-001.jpg instylelucy-003.jpg instylelucy-002.jpg instylelucy-005.jpg

REVISTAS – SCANS > 2017 > INSTYLE – APRIL

instyle2017scan-002.jpg instyle2017scan-003.jpg instyle2017scan-004.jpg instyle2017scan-005.jpg

03
out 16

Lucy está edição de outono da Venice Magazine, havíamos postado as fotos da sessão recentemente em nossa galeria (vocês podem conferir clicando aqui) e hoje foi liberada a entrevista completa da Lucy para a revista. Confira traduzida pela nossa equipe abaixo:

“Eu preciso ter um pouco de segredo e mistério sobre mim,” diz a estrela de “Pretty Little Liars”, Lucy Hale.

Tomando um café gelado do lado de fora do estúdio em Burbank na Califórnia, onde a série da Freeform (antiga ABC Family) é filmada, a morena de 1m57cm está pesando os prós e contras das redes sociais. E com 15 milhões de seguidores no Instagram sozinha (@lucyhale), não tem como negar que a nativa do Tennessee de 27 anos masterizou a arte de capturar sua vida em cliques.

“Você tem que estabelecer suas barreiras pessoais, o que dá certo para você e o que não dá; o que você quer compartilhar e o que não quer,” diz Hale, usando uma roupa de academia Lululemon. “Eu sinto que as pessoas não tem a necessidade de estar comigo enquanto eu como ou na academia ou na consulta com o médico.”

É uma linha que ela aprendeu a desenhar durante os anos desde que foi escalada como Aria Montgomery, uma personagem favorita dos fãs no drama adolescente baseada nos livros de Sara Shepard. Agora na sétima e final temporada, “Os últimos episódios de PLL vão passar em 2017, e Hale dirá adeus para a personagem que definiu sua carreira e ela passou seus 20 anos. “Vai ser estranho não me vestir como Aria e dizer suas falas,” diz Hale, relembrando a assinatura boêmia de sua personagem. “Eu passei mais tempo com o elenco de PLL e equipe do que com minha família nesses últimos sete anos. Nós literalmente presenciamos nascimentos de bebês, tivemos mortes, e altos e baixos.”

Mesmo relutante da despedida da Aria e seus colegas de PLL, ela está pronta para abraçar as oportunidades que estão a sua frente como uma realizada atriz e cantora. A mais nova de dois, o talento musical de Hale era evidente enquanto jovem crescendo em Memphis. Não era até ela ir para aulas de atuação quando tinha 13 anos quando seu dom para atuação também se tornou aparente. “Eu sempre fui tímida”, ela explica. “Com a atuação, eu sentia que eu podia me esconder por trás do que eu estava fazendo, e eu quase me sentia como uma pessoa diferente.”

Quando ela fez 15 anos, Hale fez as malas e se mudou para Los Angeles com sua mãe para tentar as chances em Hollywood. “Acho que se eu fosse um pouco mais velha ou tivesse mais conhecimento sobre o quão difícil isso é, eu nunca teria vindo para cá”, Hale reflete. “Eu sou tão grata que estávamos tão cegos por tudo isso.”

A ingenuidade valeu a pena. Em um ano, Hale fez um pequeno papel na série da Nickelodeon “Drake & Josh”. Com 18 anos, sua grande chance apareceu quando ela foi escalada na pequena série da NBC “Bionic Woman” (2007), seguido de trabalhos em “Feiticeiros de Waverly Place” (2007) e na série de comédia dramática “Privileged” (2008) na CW, antes de conseguir o papel em PLL em 2010.

Enquanto trabalho duro fez sua parte, Hale também acreditava que sorte ajudou em sua carreira. “Eu tenho amigos que estão aí pelo mesmo tempo que eu e que estão vivendo salário por salário e indo para 20 audições por semana”, ela diz.

PLL vem sendo o foco principal de Hale nos últimos sete anos, mas suas aspirações musicais nunca ficavam no fundo. Em 2014, Hale lançou seu primeiro álbum de estúdio, “Road Between”, uma coleção de músicas country.

“Acho que muitas pessoas me colocam em uma caixa e eu achei que ia ser mais fácil para mim”, ela diz, lembrando alguns dos desafios que encarou ganhando fãs de música como uma atriz estabelecida. Por último, as pessoas podiam “contar que isso não era só alguém me pagando para lançar música. Isso era algo que eu me importava profundamente.”

Quando ela não está no set ou no estúdio, Hale está malhando (ela é uma viciada na SoulCycle), correndo ou aproveitando um tempo sozinha em sua nova casa em Los Angeles. (“É meu santuário”). Nos feriados prolongados ela voa para visitar sua família e aproveitar a paz calma da vida em Memphis, que ela ainda considera seu lar. Ela passou um bom tempo na Florida durante a viagem da família para Destin, quando sua irmã se casou. (“Florida é muito especial para mim”, ela diz.) Mas ultimamente, é em LA que ela achou seu nicho.

“Eu sinto que essa é uma cidade de pessoas criativas que eu nunca tive enquanto crescia”, ela diz. “Eu nunca senti que os amigos ao meu redor entendiam. Me provocavam um pouco sobre cantar e querer isso. Todo mundo era uma líder de torcida ou qualquer outra coisa e ninguém realmente entendia.”

Enquanto o fim de PLL se aproxima, Hale está aberta para projetos que ela quer perseguir no futuro, de musicais a filmes de terror – até outra série de TV se a oportunidade aparecer. Até lá, os devotos de Hale podem ter seu novo filme “Dude”, que foi gravado em 20 dias do hiatus de PLL.

“Eram dias de 18 horas, mas muito divertido, com muitas indas e vindas de atores e atrizes,” ela diz sobre a dramédia indie centrada em quatro melhores amigas no ensino médio. “Foi muito livre.”

Hale talvez tenha se achado atrás das câmeras também, “Talvez produzindo, definitivamente escrevendo”, ela diz. “Eu não digo ‘não’ para nada.”

Vocês podem conferir os scans da revista (acompanhada da entrevista em inglês) clicando nas miniaturas abaixo:

venicescans2016-02.jpg venicescans2016-03.jpg venicescans2016-05.jpg venicescans2016-07.jpg

Salvo em: Entrevistas | Revistas | Scans
Lucy Hale Brasil • Layout por Lannie D